Cátedra Jean Monnet da União Europeia

A União Europeia, através da Education, Audiovisual and Culture Executive Agency, nomeou a Profª Karine de Souza Silva como titular da Cátedra Jean Monnet.

A Cátedra Jean Monnet é a mais importante distinção internacional atribuída a um docente/investigador no âmbito dos estudos sobre a Integração Regional e o Direito da União Europeia.

A  Prof. Karine de Souza Silva é a primeira Catedrática Jean Monnet no Brasil.

A Universidade Federal de Santa Catarina agora passa a contar com o apoio institucional e financeiro da UE para desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão através do Programa Jean Monnet.

Descrição: Cátedra Jean Monnet UFSC

A Cátedra Jean Monnet está inserida no “Programa Jean Monnet” da União Europeia (UE) que é oficialmente estabelecido pela Comissão Europeia. As ações do referido Programa visam a estimular a excelência em ensino e pesquisa, além de promover aprofundado nível de reflexão e debate nos estudos de Integração Europeia em Instituições de Ensino Superior dentro e fora da União Europeia.

Os Estudos de Integração Europeia envolvem temas relacionados à origem e evolução da UE, em todos os seus aspectos. Ademais, abordam a análise das dimensões interna e externa da integração, incluindo o papel da UE no diálogo entre povos e culturas e os esforços para concretizar a paz mundial.

As principais ações viabilizadas pelo referido Programa são: a implantação de Cátedras Jean Monnet e a formação de Centros de Excelência focalizados no suporte de professores e pesquisadores para o desenvolvimento de atividades de Investigação e Informação relacionadas à Integração Europeia.

O titular da Cátedra é oficialmente reconhecido pela UE como pesquisador de alto nível comprometido com o ensino e o debate dos temas de integração regional. Esse professor passa a fazer parte de uma importante rede internacional que congrega docentes das mais importantes universidades do mundo.

As atividades relacionadas à Cátedra funcionam como pólo irradiador de pesquisas sobre a Integração Regional. Estes estudos trarão subsídios para o aprofundamento dos debates sobre o Direito da UE, sobre os modelos de Integração da Europa e da América do Sul e, notadamente, para o posterior estreitamento das relações entre a UE e Brasil.

Assim, a UFSC torna-se a primeira Universidade Federal brasileira a contar com o apoio institucional e financeiro da UE para desenvolvimento de atividades de ensino, pesquisa e extensão através do Programa Jean Monnet.

A Cátedra está instalada no Programa de Pós-graduação em Relações Internacionais (PPGRI) e no Curso de Graduação em Relações Internacionais da UFSC.